Opinion Shakers Headline Animator

domingo, 7 de dezembro de 2008

Diz que é uma espécie de Internet

Há dias que tenho estado com problemas de navegação do que diz respeito ao meu ISP, nomeadamente a Netcabo, o que me tem deixado bastante desiludido não só com o pessoal da referida companhia, mas também com todos os fornecedores de serviço de Internet no nosso país, após alguma análise sobre os mesmos.

Ora bem, a minha situação em particular (e não vou querer perder muito tempo a desenvolve-la) encontra-se profundamente distante daquilo que foi contratualizado com o meu provedor de Internet, encontrando-me presentemente a navegar na web (se é que se pode chamar a isto de navegar) a uma velocidade de 60 kbps, ou seja para abrir uma simples página da web, demoro uma eternidade até que tal aconteça. Após contactos com o serviço de apoio ao cliente (que deixa bastante a desejar) e depois de ter despendido cerca de 20 € em chamadas telefónicas que não resultaram em nada, decidi rescindir contrato com a entidade aqui em questão.

No passado mês de Novembro, era tema de capa da revista ProTeste da DECO, exactamente este assunto, onde após um período de testes realizados com cerca de 12000 clientes , se chegou à conclusão de que, o serviço de Internet em Portugal é CARO e não chega a atingir na maioria 50% das velocidades contratadas, ou seja meus amigos, andamos a comprar "gato por lebre".

Depois desta importante conclusão, convém referir o que diz a lei perante esta matéria. Ora bem, segundo os contratos assinados pela maioria dos clientes (que são autênticos labirintos ) os únicos interesses que estão verdadeiramente protegidos são os dos fornecedores do serviço, mencionando a DECO que a entidade que deveria estar atenta para tal situação ( a ANACOM ) encontra-se a "dormir" sobre o assunto.

Servidores de Internet que nalguns casos encontram-se concebidos - a título exemplificativo - para abranger 100 ou 200 clientes, estão presentemente entupidos com cerca do triplo da sua capacidade.

Em seguida deixo-vos aqui uns links para quem quiser possa testar a sua velocidade de navegação e a compare com aquilo que tem contratualizado com o seu ISP.

www.speedtest.net
www.abeltronica.com

PS: Finalmente hoje lá consegui voltar a postar!

3 comentários:

João Pereira disse...

Eu testei e fiquei contente! :) Parece que a Cabovisão não me anda a enganar!

Ricardo Tomás disse...

Sorte a tua amigo João! É lógico que existem excepções e tal acontece derivado a vários factores como: zona de residência, nº de clientes, distâncias de centrais telefónicas (para adsl), muita vizinhança com o mesmo ISP (no caso do cabo, entre outros...
O que é certo, é que andamos a pagar mais caro um serviço que deveria ser mais barato! E isso é válido para a generalidade de Norte a Sul de Portugal.

João Pereira disse...

Que é caro isso não há dúvida!